17 de out de 2008

Que a Força esteja na Ilha!

E tudo começou há muito tempo atrás, numa galáxia muito distante, quando J.J. Abrams e Damon Lindelof, grandes fãs da saga de George Lucas, se reuniram para conversar sobre Lost. J.J. vestia uma camiseta de Star Wars, a conexão perfeita para uma parceria de sucesso. (Esta história pode ser ouvida dos próprios em um dos extras do Box da 1ª temporada).
E enquanto a série se desenrola, não são poucas as referências à Star Wars. Tanto que encontrei uma série de citações google afora (principalmente na Lostpedia).
E para não deixar dúvidas, a foto acima é do escritório de Damon – ao fundo, um pôster de Guerra nas Estrelas.

(Este post será melhor compreendido e curtido por quem conhece as duas trilogias Star Wars)

Referências mais do que diretas

Quando Jack acalma Shannon durante um ataque de asma, Hurley diz "Uau cara. Isto foi incrível. Quero dizer, foi tipo... um momento Jedi” - menção às habilidades mentais dos Jedis.

Ao comentar sobre a mudança para as cavernas, Sawyer diz à Kate: "Bem, este é o verdadeiro truque, não é?" repetindo a frase de Han Solo no Episódio IV - Uma Nova Esperança.- para
Obi-Wan Kenobi ao falarem sobre evitar os embaraços Imperiais na viagem para Alderaan.

Na construção da balsa, Michael repete para Jin a bronca de Han Solo para Chewbacca enquanto consertam a Milleniun Falcon "Não, não! Este vai aqui, este vai lá!".

Sawyer, com seus hilários apelidos protagonizaram algumas das explícitas referências. Jin já foi chamado de Chewie por falar idioma diferente como o wookie e Hurley de Jabba. Jabba the Hutt é uma criatura parecida com um sapo, mas com sérios problemas de obesidade. E Benjamim Linus, nosso vilão preferido ganhou a alcunha de Yoda, o Jedi sabe tudo da galáxia.

O amigo imaginário de Hurley, Dave menciona os efeitos especiais da primeira trilogia de Star Wars: "O quê? Você realmente acredita que eles explodiram a Estrela da Morte”.

Para libertar Karl da estação Hidra, onde é submetido àquela lavagem cerebral a la Laranja Mecânica (calma, isto é outra história), Sawyer e Kate utilizam truque similar ao usado por Luke, Han e Chewbacca para soltar a princesa Léia. Sawyer ainda reforça chamando de "velha piada do prisioneiro Wookiee" (Han e Luke vestem-se como stormtroopers e Chewie finge ser um prisioneiro). E mais: Karl é prisioneiro na Sala 23 e Léia no Bloco de Detenção AA 23.



Karl ainda foi o responsável por incluir em Lost a famosa frase referência de Star Wars. Pouco antes de morrer, ele diz à Alex: "tenho uma mau pressentimento sobre isto", frase dita em todos os seis filmes de Star Wars.

Também foi na quarta temporada, no flashfoward de Jack, que o doutor pisou em um dos brinquedos de Aaron: uma réplica da Millennium Falcon, a nave de Han Solo.



Referências indiretas – ou não – e temas em comum.

Jin e Michael, enquanto constroem a balsa se comunicam em línguas diferentes e se entendem bem, como Han Solo e Chewbacca. Além disto, o Jin é boa praça assim como Chewie – são fiéis aos amigos e “pau pra toda obra”.

Sawyer mata Anthony Cooper exatamente da mesma forma que Leia acaba com Jabba the Hutt em O Retorno de Jedi, sufocando o com correntes.


E vai me dizer que Han Solo não foi inspiração para Sawyer. Anti-heróis que roubam a cena por serem bem mais interessantes do que o mocinho original, os dois são golpistas charmosos que acabam sendo responsáveis por grandes feitos.


Charlotte e Ben aparecem no deserto da Tunísia, cenário onde é filmado o planeta natal de Anakin e Luke Skywalker, Tatooine.

Em uma cena clássica do Episódio IV – Uma Nova Esperança, Obi-Wan Kenobi ensina Luke a usar o sabre de luz, falando da força e o faz usar o sabre sem enxergar para aguçar seus sentidos. Locke ensina Walt, que também tem poderes especiais a atirar facas de olhos fechados. As cenas são bastante parecidas e têm diálogos com conteúdos ideológicos comuns. É como se Locke dissesse: Walt, use the Force!



Michael matando Ana Lucia e Libby me fez lembrar da passagem de Anakin para o lado negro. Como na matança dos Jedis mirins no templo, Michael assumiu a necessidade de fazer o que fosse preciso para salvar seu filho – como Anakin fez para salvar Padme e o filho.

A Purgação me remete à Ordem 66 – aquela que aniquilou os Jedis de forma totalmente traiçoeira - e foi comandada por Benjamin Linus. Ben, aliás, me lembra muito o Imperador Palpatine – que ordenou a Ordem 66. Como Palpatine, Ben usa das palavras e da dissimulação para influenciar as pessoas. É altamente manipulador. Seria Ben um Sith?

Já postei sobre isto, mas vale repetir: Anakin e Locke – mencionados na mitologia das duas obras como “Escolhidos” têm cicatrizes bem parecidas e do mesmo lado do rosto. Além disto, os Jedis possuem estreita ligação com a Força, assim como Locke e Walt em relação à Ilha.

George Lucas parece ter conflito pai e filho como questão pessoal. Ao menos é o que mostra a repetição do tema em suas obras: Indiana Jones, American Grafit e claro, Star Wars, com a abordagem entre Luke e Darth Vader. E em Lost, o tema é enfocado nos relacionamentos entre Jack/Claire e Christian, Hurley e seu pai, Michael e Walt, Antony Cooper e Locke, e por aí vai...

Os gêmeos separados ao nascer Léia e Luke se conhecem em uma aventura sem saber que são irmãos. Assim, como Jack e Claire.

Atores em comum
Billy Dee Willians, que interpretou Lando Calrissian em O Império Contra Ataca e O Retorno do Jedi, participou de Lost como ele mesmo. No episódio Exposé, ele contraceneou como Nick como o Mister. LaShade o Cobra - no seriado que ela era uma dançarina.
E esta eu realmente não sabia: Bai Ling – estranha namorada tailandesa de Jack no pior episódio da série, Achara, interpretou a senadora Bana Bremu em A Vingança do Sith, mas as cenas foram cortadas e ela somente pode ser vista no disco 2 do DVD, na seção de cenas deletadas.

O que disseram
Em entrevista a Entertainment Weekly, Damon Lindeloff comparou Jacob ao Imperador Palpatine: "Jacob — o presumido líder dos Outros – é um personagem que tem grande significância para nosso universo como o Imperador tem para o universo Star Wars. — um personagem que você não conhecia até oRetorno do Jedi, mas que era mencionado em todo os filmes antecessores. Jacob é o cara que terá um significado muito grande para a série".

E agradeço a Anita pela ajuda para encontrar referências. Ela tem um post bem legal sobre isto também!


7 comentários:

Petter disse...

Uau, que post enorme cara!
Post Gold esse! Adorei. Apesar de quê como eu tenho a primeira temporada já tinha visto esse papo da reunião que eles tiveram e falavam como amavam Star Wars mais vc hein fez um puta apanhado de tudo e resumiu num otimo post, parabéns!

;)

Francine Esqueda disse...

Nossa, que saudade disso aqui!
ESTE POST FICOU O MÁXIMO DOS MAXIMOS...
Estou em dívida com você e com muitos outros blogueiros de plantão! Entre tapas e beijos, coisas novas e velhas, problemas que vêm e vão, responsabilidades e compromissos... estou de volta! Desculpe a minha ausência! Estou sem tempo para postar nem comentar!! Vou mesmo aproveitar muito este fim de semana! Senti falta daqui!
VOLTO LOGO! QUERO MAIS LOST!!!
Muitos beijos, FRAN.

Anita :) disse...

Ecelente Post!!!!muito bom trabalho!!!este post é uma delícia para quem como nós devora lost e star wars!!!

beijinho

Dan Artimos disse...

gostei das referências, mas como nunca assisti um filme do Star Wars completo, então não posso dizer mais nada...

Petter disse...

Não someee!!

Davi Cruz disse...

Olá Karen, este post ficou ótimo mesmo! Sou fã de carteirinha de STAR WARS (da trilogia original, claro) e só entrei no mundo dos blogs por causa de LOST. Então, nada melhor do que um post desses.

Ah,esse cara aí em cima, o tal de Dan Artimos deveria ser banido da internet!

THIAGO PAULO disse...

Finalmente cosegui comentar nesse post, edigo que adorei. Muito bom, esse lance de referência... adorei tudo.
E legal saber que tem coisas inspiradas em Star Wars, porque sou fã dos filmes, e fã de lost. Uma boa junção!

Abraços...

Mais e mais

Related Posts with Thumbnails