31 de out de 2008

Ah Josh !!

Enquanto isso, lá em Nova York...


Preciso dizer alguma coisa?

Easter Eggs do Box Lost (4ª temporada)

Disco 5
Em Lost na locação - aperte esquerda e para cima - Henry Ian Cusick fala da cena do exército.
Em Trilha de Sobrevivência - aperte direita e para baixo - vídeo sobre o vagão do som.
Em Lost, no Havaí - aperte esquerda e para cima - a criação do set iraquiano.
Em O Direito de andar armado - aperte duas vezes para cima - making of da cena final de Meet Kevin Johnson.
Em Erros de Gravação - aperte duas vezes esquerda e uma vez para baixo - veja um erro de gravação da cena de pescaria de Jin e Bernard.
Em Cenas Deletadas - aperte para baixo e esquerda - Jorge Garcia fala sobre Hurley.
Em Cenas Deletadas/Reproduzir tudo - aperte direita e para cima duas vezes - veja Micahel Emerson falando sobre Lost.
Em Cenas Deletadas/Reproduzir tudo - aperte duas vezes para cima e esquerda - veja o saudoso Tom.
Em Lost na Locação/ Confirmado Dead - pressione duas vezes esquerda - finais alternativos da temporada.
Em Lost na Locação/ The Other Woman - pressione direita e para cima - cenas da estação Tempestade.
Em Lost na locação/Cabin Fever - pressione para baixo - bastidores de The Shape of Things to Come.

Disco 6
Em O Curso do Futuro: O flash-forward definitivo - pressione direita, para baixo e novamente direita - Damon Lindelof fala sobre reencarnação. (é sugestivo - ele dá pista (ou não) do que ocorrerá com Locke.
Em Oceanic Six: uma conspiração de mentiras (muuuuito bom) - pressione esquerda, para baixo e esquerda - bastidores da coletiva de imprensa em There's Place Like Home, Parte 1. Em O pessoal do cargueiro - pressione duas vezes esquerda e para cima - Damon Lindelof fala sobre a força da Ilha (impagável).
Em Filmando no mar aberto - pressione direita e duas vezes para cima e - atores substitutos de Lost.

Fonte: http://www.sl-lost.com/
Já testei.

30 de out de 2008

E no passado de Michael Emerson...

Teu passado te condena? pois o do nosso amado super vilão também...

No vídeo a seguir - descoberto pelo Lost in Portugal - vemos Michael Emerson atuando na comédia de 2005 "29th and Gay", dirigida por sua esposa Carrie Preston (a mãe de Ben).
Ah...o que se faz por amor!!!



Eu tenho que ver este filme!!!!!!!!

Sobre Jin

Não é spoiler. É apenas uma reflexão minha...

Parece-me realmente que Jin está morto. Explico:
Pela conversa de Jack e Ben na funerária percebe-se que Sun mantém distância dos demais sobreviventes, o que indica que ela guarda mágoa e ainda está bastante traumatizada com a explosão do cargueiro.
Locke saiu da Ilha e entrou em contato - pelo que temos certeza - com Jack, Kate, Hurley e Walt dando notícias do que está ocorrendo na Ilha. Pelo diálogo na funerária e pela situação emocional lastimável de Jack (bem feito), não há evidências de que Jin está vivo.
Se ele tivesse nadado até o bote de Faraday ou mesmo até a Ilha, o que parece mais complicado, mas não impossível, teria vivido por algum tempo com Locke, não?
Locke omitiu a morte de Michael para Walt, mas não teria porque mentir para Jack sobre o destino de Jin. E se Jack soubesse que Jin está vivo não teria dito: Sun me culpa por...
A única ressalva é a possibilidade de Locke ter se mantido apenas em contato com os Outros, se afastando totalmente dos sobreviventes. mas acho isto um tanto improvável.

Portanto, infelizmente, tenho quase total convicção de que Jin realmente está morto.
O que acham?

29 de out de 2008

WHAT?

E diga se você não se pergunta a mesma coisa ao menos uma vez por episódio???

Dia das Bruxas

Diferente de outros grupos, onde constantemente pairam boatos de ciumeira, brigas, estrelismo, o elenco de Lost aparenta ser bastante unido e descontraído.
Prova do bom astral que costuma rondar a equipe é esta festa de Halloween mostrada no blog do Jorge Garcia http://dispatchesfromtheisland.blogspot.com/.

Nas fotos é possível identificar, além do Jorge, Michael Emerson, Henry Ian Cusick e Josh Holloway.





Turma animada, hein!

28 de out de 2008

Você sabia?

Que Jorge Garcia e Dominic Monaghan fizeram teste para ser Sawyer?

Que Yunjin KIm fez teste para ser Kate e agradou tanto que criaram o papel de Sun especialmente para ela?

Que os personagens Sawyer, assim como Charlie, foram adaptados para melhor se encaixarem nos perfis de Josh Holloway e Dominc?

Que por muito, mas muito pouco mesmo, Evangeline Lilly não perdeu o papel de Kate por problemas no visto?

Que Jack era para ser morto no primeiro episódio e que seria interpretado por Michael Keaton?

Que Terry O´Quinn foi o único a não fazer teste, foi convidado especialmente para interpretar John Locke?

27 de out de 2008

Para os corinthianos

Hoje, em homenagem aos extasiados torcedores do alvinegro do Parque São Jorge, a torcida que tem um time, eu dedico o post do dia, lá no meu blog pessoal.
http://cafenatiffanys.wordpress.com/

24 de out de 2008

Especulando..

E então...ficaram entusiasmados com a promo da ABC como eu?
Senti um frisson nos blogs sobre Lost e séries em geral, ontem.
E não foi para menos: muitas cenas interessantes que deram asas à imaginação flutuante de todo fã que se preze.

Atenção: se você não curte nem ver promos e não quer saber absolutamente de nenhuma nova cena pare por aqui a leitura.

Pois bem. Aqui em casa ontem o assunto do dia foi a especulação pura do que veremos (e olha que era aniversário do maridão, coitado...Lost roubou a cena, hehehe).
Entre as várias viagens mentais que tivemos, uma coisa é praticamente certa: a Ilha voltou no tempo. As imagens que revelam Juliet encontrando a escotilha Cisne (eu acho), além de um Faraday provavelmente sendo rendido na porta da mesma. Seria Kelvin (o cara que encontrou Desmond) ou um antecessor?



Se a cena do avião amarelo caindo remeter mesmo como se cogita ao bimotor que transportava o irmão de Eko, concluimos que a Ilha voltou para a época daquele acidente. Não há referência temporal, mas pelo que vimos da vida de Eko, esta queda não deve ter ocorrido a mais do que três, quatro anos antes do vôo do Oceanic, acho eu (se alguém tiver esta informação, por favor, me conte!!). Portanto, a Ilha voltou para 2000 ou 2001.


Avião de Yemi

Avião da Promo

Confesso que as cenas da Ilha me chamaram mais atenção do que as dos Oceanic Six, embora sejam todas muito boas, envolventes, bem editadas ao ponto de dar margem à várias interpretações. Coisa que agrada muito os fãs de Lost, que adoram especular, falar, refletir, criar teorias.
Então, ainda na Ilha, procurei desesperadamente por algum vulto que pudesse ser o Jin. Minha esperança era que in tivesse voltado com Faraday, que poderia tê-lo encontrado em mar aberto se o coreano conseguiu pular do cargueiro antes da explosão.
Mas nada. Não vi nem sinal de Jin em nenhuma das imagens. Pode ser um truque de edição, com certeza, mas sei não...Maridão aposta que Jin morreu mesmo.

E vocês...Como reagiram? O que acham? Quais suas teorias?

Explicando: gente, eu tento evitar a todo custo spoiler mas não considero promo spoiler. Promo é como um trailer de filme...você tem uma leve noção do que assistirá. E muitas vezes, elas enganam bem...a edição dá margem a inúmeras interpretações.


E eu ia esquecendo: Lost é mesmo um marco na história da TV, não...

23 de out de 2008

Promo da ABC

Ver esta promo com imagens inéditas me lembrou que Lost funciona para mim como um bom café forte. É inspirador!!!

E agora o tempo passará cada vez mais devagar...

22 de out de 2008

Charlie em Chuck

E os fãs de Dominic Monaghan já podem sorrir novamente. O ator - que está noivo de Evangeline Lilly há um tempinho - entrará no elenco de Chuck, da NBC para interpretar um roqueiro britânico que ingressou no show business para viajar e aproveitar a vida.
Bom para Dominic!
Mas me pergunto: seria o fim das aparições de Charlie em Lost???
Corrigindo...
Dominic participará de dois episódios que irão ao ar em fevereiro. Foi erro de tradução meu, ou melhor, traduzi só o começo do da matéria da EW. Isto que dá fazer tudo correndo...
Sorry, pessoal!

21 de out de 2008

Filmar ou não filmar, eis a questão...


O assunto da semana - ao menos para mim que não leio spoilers, hehehehe...é a ainda especulativa possibilidade de Lost ser filmado para as telonas após o encerramento da série.

Um dos pais da criança - J.J. Abrams - disse à MTV americana que as chances são remotas, mas a idéia não está descartada e será cuidadosamente analisada.
Um vez que os produtores e principais roteiristas Damon Lindelof e Carlton Cuse prometeram que os mistérios serão desvendados até a última temporada, em 2010 - portanto, o filme abordaria uma trama paralela da mitologia - acho bem legal a idéia.

Como boa cinéfila, adoro a telona. Acho que ver um filme no cinema é um charme insubstituível e indispensável. Por isto, ver Lost nos cinemas seria um grande prazer.
Existem possibilidades infinitas: o passado da Ilha, a era Dharma, o futuro, a excursão de Russeau, a adolescência de Ben, outros sobreviventes de acidentes, enfim..não faltam roteiros interessantes para abordagem.
A única ressalva é que mantenham a equipe criativa e técnica original.
Tenho fé em Jacob que a idéia vingará. Mal posso esperar!

E aproveitando a discussão, lanço uma nova enquete (ao lado).
Vote e coloque a boca no mundo aqui nos comentários.

Spoilers - atualização no Teorias Lost

Novidades aqui

Não me contem, por favor...

17 de out de 2008

Que a Força esteja na Ilha!

E tudo começou há muito tempo atrás, numa galáxia muito distante, quando J.J. Abrams e Damon Lindelof, grandes fãs da saga de George Lucas, se reuniram para conversar sobre Lost. J.J. vestia uma camiseta de Star Wars, a conexão perfeita para uma parceria de sucesso. (Esta história pode ser ouvida dos próprios em um dos extras do Box da 1ª temporada).
E enquanto a série se desenrola, não são poucas as referências à Star Wars. Tanto que encontrei uma série de citações google afora (principalmente na Lostpedia).
E para não deixar dúvidas, a foto acima é do escritório de Damon – ao fundo, um pôster de Guerra nas Estrelas.

(Este post será melhor compreendido e curtido por quem conhece as duas trilogias Star Wars)

Referências mais do que diretas

Quando Jack acalma Shannon durante um ataque de asma, Hurley diz "Uau cara. Isto foi incrível. Quero dizer, foi tipo... um momento Jedi” - menção às habilidades mentais dos Jedis.

Ao comentar sobre a mudança para as cavernas, Sawyer diz à Kate: "Bem, este é o verdadeiro truque, não é?" repetindo a frase de Han Solo no Episódio IV - Uma Nova Esperança.- para
Obi-Wan Kenobi ao falarem sobre evitar os embaraços Imperiais na viagem para Alderaan.

Na construção da balsa, Michael repete para Jin a bronca de Han Solo para Chewbacca enquanto consertam a Milleniun Falcon "Não, não! Este vai aqui, este vai lá!".

Sawyer, com seus hilários apelidos protagonizaram algumas das explícitas referências. Jin já foi chamado de Chewie por falar idioma diferente como o wookie e Hurley de Jabba. Jabba the Hutt é uma criatura parecida com um sapo, mas com sérios problemas de obesidade. E Benjamim Linus, nosso vilão preferido ganhou a alcunha de Yoda, o Jedi sabe tudo da galáxia.

O amigo imaginário de Hurley, Dave menciona os efeitos especiais da primeira trilogia de Star Wars: "O quê? Você realmente acredita que eles explodiram a Estrela da Morte”.

Para libertar Karl da estação Hidra, onde é submetido àquela lavagem cerebral a la Laranja Mecânica (calma, isto é outra história), Sawyer e Kate utilizam truque similar ao usado por Luke, Han e Chewbacca para soltar a princesa Léia. Sawyer ainda reforça chamando de "velha piada do prisioneiro Wookiee" (Han e Luke vestem-se como stormtroopers e Chewie finge ser um prisioneiro). E mais: Karl é prisioneiro na Sala 23 e Léia no Bloco de Detenção AA 23.



Karl ainda foi o responsável por incluir em Lost a famosa frase referência de Star Wars. Pouco antes de morrer, ele diz à Alex: "tenho uma mau pressentimento sobre isto", frase dita em todos os seis filmes de Star Wars.

Também foi na quarta temporada, no flashfoward de Jack, que o doutor pisou em um dos brinquedos de Aaron: uma réplica da Millennium Falcon, a nave de Han Solo.



Referências indiretas – ou não – e temas em comum.

Jin e Michael, enquanto constroem a balsa se comunicam em línguas diferentes e se entendem bem, como Han Solo e Chewbacca. Além disto, o Jin é boa praça assim como Chewie – são fiéis aos amigos e “pau pra toda obra”.

Sawyer mata Anthony Cooper exatamente da mesma forma que Leia acaba com Jabba the Hutt em O Retorno de Jedi, sufocando o com correntes.


E vai me dizer que Han Solo não foi inspiração para Sawyer. Anti-heróis que roubam a cena por serem bem mais interessantes do que o mocinho original, os dois são golpistas charmosos que acabam sendo responsáveis por grandes feitos.


Charlotte e Ben aparecem no deserto da Tunísia, cenário onde é filmado o planeta natal de Anakin e Luke Skywalker, Tatooine.

Em uma cena clássica do Episódio IV – Uma Nova Esperança, Obi-Wan Kenobi ensina Luke a usar o sabre de luz, falando da força e o faz usar o sabre sem enxergar para aguçar seus sentidos. Locke ensina Walt, que também tem poderes especiais a atirar facas de olhos fechados. As cenas são bastante parecidas e têm diálogos com conteúdos ideológicos comuns. É como se Locke dissesse: Walt, use the Force!



Michael matando Ana Lucia e Libby me fez lembrar da passagem de Anakin para o lado negro. Como na matança dos Jedis mirins no templo, Michael assumiu a necessidade de fazer o que fosse preciso para salvar seu filho – como Anakin fez para salvar Padme e o filho.

A Purgação me remete à Ordem 66 – aquela que aniquilou os Jedis de forma totalmente traiçoeira - e foi comandada por Benjamin Linus. Ben, aliás, me lembra muito o Imperador Palpatine – que ordenou a Ordem 66. Como Palpatine, Ben usa das palavras e da dissimulação para influenciar as pessoas. É altamente manipulador. Seria Ben um Sith?

Já postei sobre isto, mas vale repetir: Anakin e Locke – mencionados na mitologia das duas obras como “Escolhidos” têm cicatrizes bem parecidas e do mesmo lado do rosto. Além disto, os Jedis possuem estreita ligação com a Força, assim como Locke e Walt em relação à Ilha.

George Lucas parece ter conflito pai e filho como questão pessoal. Ao menos é o que mostra a repetição do tema em suas obras: Indiana Jones, American Grafit e claro, Star Wars, com a abordagem entre Luke e Darth Vader. E em Lost, o tema é enfocado nos relacionamentos entre Jack/Claire e Christian, Hurley e seu pai, Michael e Walt, Antony Cooper e Locke, e por aí vai...

Os gêmeos separados ao nascer Léia e Luke se conhecem em uma aventura sem saber que são irmãos. Assim, como Jack e Claire.

Atores em comum
Billy Dee Willians, que interpretou Lando Calrissian em O Império Contra Ataca e O Retorno do Jedi, participou de Lost como ele mesmo. No episódio Exposé, ele contraceneou como Nick como o Mister. LaShade o Cobra - no seriado que ela era uma dançarina.
E esta eu realmente não sabia: Bai Ling – estranha namorada tailandesa de Jack no pior episódio da série, Achara, interpretou a senadora Bana Bremu em A Vingança do Sith, mas as cenas foram cortadas e ela somente pode ser vista no disco 2 do DVD, na seção de cenas deletadas.

O que disseram
Em entrevista a Entertainment Weekly, Damon Lindeloff comparou Jacob ao Imperador Palpatine: "Jacob — o presumido líder dos Outros – é um personagem que tem grande significância para nosso universo como o Imperador tem para o universo Star Wars. — um personagem que você não conhecia até oRetorno do Jedi, mas que era mencionado em todo os filmes antecessores. Jacob é o cara que terá um significado muito grande para a série".

E agradeço a Anita pela ajuda para encontrar referências. Ela tem um post bem legal sobre isto também!


14 de out de 2008

Lost em South Park




Lost em Springfield


Sinais de Vida

O universo de Lost é amplo e complexo. Parte da magia da série são estas possibilidades de expansão de conhecimentos, sejam por meio dos easter eggs, jogos de realidade alternativa, livros citados nos episódios ou inspirados na trama.
Lançados pela Editora Prestígio, os títulos Lost – Sinais de Vida, de Frank Thompson, Lost - Risco de Extinção e Lost - Identidade Secreta, de Hathy Hapka abordam histórias dos outros sobreviventes, conhecidos como camisas vermelhas.

Em Sinais de Vida, o protagonista é Jeff, artista famoso, mulherengo e volúvel. Como todos por lá, ele tem arrependimento e culpa para se apegar enquanto espera por resgate. Na ilha, ele entra em um processo de isolamento e começa a criar estranhas obras de arte, enquanto é constantemente aterrorizado por pesadelos. Simultaneamente, somos apresentados ao passado do artista por meio dos conhecidos flashbacks.

Não se iluda, os personagens que conhecemos e amamos aparecem bem pouco. Hurley e Michael são quem mais participam da história, mas fiquei um pouco decepcionada com a descrição de Michael, que considerei bem diferente do cara “esquentadinho” que conhecemos na primeira temporada.
Embora a história seja envolvente, fica evidenciada a diferença criativa entre nossos apreciados roteiristas e o autor. O nível de suspense é bom, mas não chega aos pés do que nos acostumamos com a série.
Há menção ao monstro de fumaça, às cavernas, mas a mitologia pára (use o acento antes que acabe, argh!) por aí. No entanto, a história de Jeff é decentemente encerrada. Não tema ter que esperar por uma nova temporada....Embora as más línguas digam que Carlton Cuse e Damon Lindelof odiaram não só este como os outros dois livros, não deixa de ser divertido.

10 de out de 2008

Os Escolhidos

Esta é mais uma da sessão Lost me fez ver coisas...

Já repararam que John Locke tem uma cicatriz muito parecida e no mesmo lado do rosto que outro "escolhido" muito conhecido da cultura pop?
Se Locke ganhou sua marca na queda do avião, o futuro Darth Vader Anakin Skywalker foi ferido durante as Guerras Clônicas, pouco antes de se tornar Jedi.
Eu jurava que a origem era um ritual religioso de uma tribo, que acabou sendo seu rito de passagem para Anakin se tornar cavaleiro Jedi, mas pelo que pesquisei foi em uma luta com Asjj Ventress, uma discípula dos Siths...Ele aparece com a cicatriz no terceiro filme da segunda trilogia, o combate aconteceu na primeira edição dos desenhos Guerras Clônicas.

O que me chama atenção é o fato dos dois terem sido classificados muitas vezes de "Escolhidos". Acredito mesmo que seja mais uma citação dos roteiristas à saga Star Wars.
Lembram de Carl dizendo I have a bad felling about this? A frase é repetida nos seis filmes de Star Wars...E tem mais várias referências...Vou pesquisar a fundo e farei um post sobre isto futuramente.

Enquanto isto, comparem:


Vem aí..Charlotte nos cinemas

Rebecca Mader, a Charlotte, está confirmada no elenco do próximo filme de George Cloney "Men Who Stare at Goats". A história, que se passa no Iraque, tem roteiro baseado no livro de Jon Ronson.
Protagonizado também por Ewan "Obi-Wan" McGregor, o filme aborda a relação de um jornalista (McGregor) com a fonte de uma matéria que tem tudo para ser a reportagem de sua vida. O entrevistado é, claro, George Clooney - é um antigo soldado norte-americano perturbado.

Promete, hein...

9 de out de 2008

Muitas coisas

Bronca
Pelo amor de Jacob....Qual a dificuldade em transmitir uma série com legenda?
O Animax, canal do grupo Sony, começou nesta segunda-feira reprisar as temporadas anteriores de Lost, às 20h. Porém, até ontem(quarta-feira) não tinham conseguido legendar os episódios..Eu me pergunto: como pode isto? ninguém percebeu a falha? as transmissões são via fax? Querem que eu mande as legendas via e-mail?
Realmente não sei nem como classificar tamanha falta de competência de uma emissora paga, por sinal.
Ei, Procon....Isto não é desrespeito aos direitos do consumidor?
Pronto, falei!

Spoilers
Para quem curte, tem novidades no post específico do Teoria Lost.
Please, não me contem nada...
http://www.teoriaslost.com/2008/01/spoilers-lost.html

Bacana
O Leco, do Teorias Lost, conseguiu um entrevista exclusiva com Alex Petrovitch, o português/brasileiro Henrik que trabalhava para Penny na busca pela Ilha.
Como todo ator atrelado a um contrato indimidador, eu acho, ele não faz revelações surpreendentes. (eu imagino o valor da multa contratual que devem estar sujeitos caso falem demais), mas conta como foi escolhido - e pelas entrelinhas, me pareceu estar já com novas participações acertadas.
Vale conferir.
Parabéns, Leco!
http://www.teoriaslost.com/2008/10/tl-entrevista-alex-petrovitch-o-henrik.html

Lindo
Para agradar as moças - incluindo eu, claro - aproveito para deixar uma foto do sempre lindo Josh Holloway na campanha do perfume Cool Water. A bela imagem está estampada em ônibus de alguma abençoada cidade dos EUA. É de parar o trânsito, me perdoem o trocadilho infame...




Bastidores
E finalmente, segue o vídeo de cenas de bastidores das gravações do primeiro episódio da temporada passada. Acho sempre bacana ver estes detalhes das gravações.
(ah - por favor, me digam se o vídeo está estourando para vocês. Por aqui, ele aparece dentro do meu campo visual....E se alguém puder me dar uma dica de como evitar isto, eu agradeço, porque sou bem analfa nestes requisitos).

7 de out de 2008

A Ilha e Nárnia

Parece maluquice de quem vive de teorias da conspiração. E deve ser...

Ao assistir O Príncipe Caspian neste fim de semana, achei uma coincidência (ou não) curiosa.
Já foi dito pelos roteiristas de Lost, que a personagem de Charlotte Staples Lewis tem estas iniciais em homenagem ao escritor irlandês C.S.Lewis, o criador das Crônicas de Nárnia.
Além desta referência, normal pela legião de fãs que tem a saga incluir as enigmáticas mentes por trás de Lost, encontrei (e aposto que não devo ter sido a única) indícios de uma possível inspiração ou mesmo, quem sabe, uma dica para o desvendar dos mistérios que nos perseguem desde que o vôo 815 caiu naquela Ilha paradisíaca.
No episódio O Príncipe Caspian, os habitantes originais de Nárnia, criaturas mitológicas e animais falantes encantadores, por sinal, estão sofrendo uma espécie de "purgação" - para falar na nossa língua -pelo Telmarinos, seres humanos que chegaram a Nárnia por meio de uma caverna mágica - um portal para outros mundos- encontrada em uma ilha onde se perderam.
O livro foi o segundo a ser publicado, mas quarto na ordem de leitura, e já teve o sugestivo título O Principe e a Ilha Mágica.

E então, estou vendo coisas????

4 de out de 2008

Trilha Sonora da minha vida

O Davi, do To Assistindo, me desafiou. E eu adorei.
A idéia é listar músicas que de uma forma ou outra simbolizam momentos da sua vida.

TRILHA SONORA DA MINHA VIDA

Créditos Iniciais: Sereníssima - Legião Urbana (sou um animal sentimental, me apego facilmente ao que desperta o meu desejo....)
Acordando: Rehab - Amy Winehouse
Primeiro Dia de Aula: Eu não vou me adaptar - Nando Resis
Se Apaixonando: Kayleigh - Marillion (minha música preferida, de todos os tempos)
Música de Briga: Welcome to the Jungle - Guns
Terminando Tudo: Vento no Litoral - Legiao Urbana
Aproveitando a Vida: Over my Shoulder - Michael and the Mechanics
Formatura: The time of my life - Dirty Dancing
Caindo aos Pedaços: Não vá ainda - Zélia Duncan
Dirigindo: Qualquer uma dos bons tempos de Lulu Santos (Aprendi a dirigir ouvindo Lulu Santos, nas boas e duradouras fitas cassetes)
Flashback: Como uma onda - Lulu Santos
Reatando o Namoro: Wasted years - Iron Maiden
Casamento: Love of my life - Queen
À Véspera de Guerra: Música Urbana - Capital Inicial
Batalha Final: Jump - Van Halen
Momento de Triunfo: Kiss - Prince
Cena da Morte: Who wants to live forever - Queen
Créditos Finais: Via Láctea - Legião Urbana

Esta brincadeira foi muito, muito bacana, me fez viajar no tempo (um pouco como Desmond)!
Agora é com vocês! Contem-me qual a trilha sonora da sua vida…

3 de out de 2008

Para fã....

Descobri por acaso este site de um/ou uma artista plástica que desenha celebridades, entre outras coisas...
Tem umas fotos bacanas dos nossos losties.

Ah, como eu queria desenhar assim...







2 de out de 2008

Fala Desmond

Tentando voltar à programação normal... Obrigada pela paciência!!

A recente edição da Lost Offcial Magazine traz uma entrevista com Henry Ian Cusick, o Desmond.
O escocês é um dos poucos personagens unanimidade em Lost. Não há quem não goste do cara. E Ian parece ser bem bacana também...

O intéprete do brotha é extremamente crítico com sua atuação. Diz que o primeiro impacto, geralmente, o faz odiar muitas nuances de sua performance, mas ao rever as cenas acaba percebendo que "tão estava tão mal assim...".
Ainda sobre atuação, Ian elogia o trabalho de Matthew Fox na quarta temporada. "Ele teve algumas ótimas performances. Acho que ele, especialmente, teve uma grande temporada", elogia.

Ian confessa ter ficado surpreso com a rapidez do encontro de Desmond e Penny, (alías, eu também...) e ficou preocupado com o destino do personagem nas temporadas seguintes, pois os dois poderiam sumir no mundo velejando felizes para sempre, se quisessem. "Realmente tive a sensação que não voltaria à série tão cedo", lembra. (Eu também temi por isto). "Mas se você voltar um pouco na história, na briga entre Ben e Widmore, principalmente na ameaça de Ben de matar Pen, vai perceber que existe um possível enredo por aí. Vamos ver", finaliza sorrindo.

Sinceramente, espero do fundo do coração, que o brotha não perca a importância na trama e até tenha maior participação, ligando-se, inclusive, à mitologia da Ilha. Acho Desmond um personagem bom demais para simplesmente ser um coadjuvante, alguém que desembarcou lá por mero acaso...
Quem sabe, ele e Pen não acabam sendo "Adão e Eva" lá da primeria temporada? Romanticamente, são o casal mais indicado para representar o mito de felizes para sempre. Ou alguém acha aquele rodízio da Kate algo inspirador?

Ainda sobre Des - Será que a Sun se referia a ele na conversa com Widmore, no fim da quarta temporada? Será que ela vai entregar o gente boa do brotha?

Mais e mais

Related Posts with Thumbnails