25 de fev de 2010

Lighthouse - s06e05

Talvez a redenção de cada um dos perdidos que amamos possa ser encontrada facilmente fora da Ilha. Foi esta a lição deste episódio, onde Jack parte para a resolução de seus conflitos familiares na realidade paralela, onde tem um filho. Sem ação de Jacob, a vida de de todos é realmente muito mais fácil. Irônico,não?

Jack sem Ilha é um cara mais ameno, menos estressado. Tem problemas, mas lida melhor com eles. Tem um filho e apesar do histório relacionamento conturbado com seu pai, consegue consertar o ciclo vicioso comportamental com o garoto. Não precisou ser testado de mil formas torturosas, com segredos incessantes sobre todos os atos para viver uma redenção bela de ser vista.
Na Ilha, a influência de JAcob continua se mostrando torturante para todos. Temos a pobre Claire completamente perturaba depois de seu mais uma vítima dos fanáticos seguidores do líder. Acho bem peculiar a postura dos Outros: se não for da sua "turma", está tomado pelo mal. Qualquer semelhança com fanatismos religiosos mundo afora não deve ser mera coincidência.
Foi uma percepção errônea minha ou realmente Jin iria soltar o Outro para que ele matasse Claire? E por que Hurley segue cada palavra sem nexo que Jacob diz sem questionar nada? PArece que alguns dos losties estãos mais passíveis da dominação doentia da seita de Jacob...Ou será que só o JAck tem a lucidez de se revoltar com ações tão despropositais daquele povo estranho?
Aliás, grandes atuações de Matthew Fox e Emile de Ravin. Matthew conseguiu diferenciar os dois Jacks com sutileza. E Emile transformou Claire em uma alma atormentada pela solidão e pelo medo com maestria.

E com o mistério dos números resolvidos, abrem-se brechas para outras respostas que os impacientes cobram tão veementemente.
Temos as peças uma a uma disperçadas capítulo a capítulo, prontas para serem arrumadas e fazerem sentido. Só não vê quem não quer. Ou tem visáo fraquinha, fraquinha!

E quem seria a mãe do filho de Jack? Achei que estava viajando de pensar em Juliet, mas já vi por aí que não fui a única com este pressentimento.
Locke Vader, Claire e James estão formando um time. Ou será que o ex golpista foi, de alguma forma, incorporado no antagonista de Jacob.
E mais uma vez: odeio Jacob. Odeio mesmo!

3 comentários:

Kaká disse...

Eu <3 o Jack do flash sideway. Gostei mesmo dele.
Cansei do jeito mestre dos magos do Jacob.
Eu quero ver o encontro da Kate com a Claire. E como é que a Claire sabe que o Locke é o monstro de fumaça? E o Christian Shephard também não era o monstro?
Também achei que a Juliet poderia ser a mãr do David. :)

Adelson Smania disse...

Olá, Ka!

Que ótimo episódio! Eu já o achei interessante desde o título: onde estaria esse misterioso farol?

E continuamos discordando com relaçao ao Jacob: acho um barato a cara de coitado com que ele sempre aparece, praticamente implorando de joelhos para que suas misteriosas ordens sejam cumpridas. E agora, cabe ao pobre Hurley ser o seu porta-voz.

Vamos ver onde isso tudo nos levará!

Um abraço!

Equipe ToonSeries disse...

Eu também na possibilidade de ser a Juliet a mãe do garoto. Revi o episódio só pra ter certeza de que quando o Jack entrasse na casa não teria nenhum porta retrato com a misteriosa mãe!!! hhehehe

Como sempre adoro os comentários sobre o episódio aqui do Defenda, já estava ansioso pra ler e como falado na semana passada por aqui, também estou com raiva de alguns outros blogueiros que só sabem falar mal e reclamar dos episódios, querem respostas pros mistérios a todo o custo e não mais tratam a série como ela realmente deveria ser tratada, a melhor série de todas. Se forem pra continuar assistindo aos episódios para só reclamarem nos posts depois acho que deveriam de deixar de acompanhar.

Também odeio o Jacob e adorei a comparação de seus seguidores fanáticos com algumas religiões mundiais, ótima sacada.

Bom, é isso.

Beijos

Ricardo Braga
Equipe ToonSeries

Mais e mais

Related Posts with Thumbnails